Poucos sabem, mas existe uma infinidade de produtos cosméticos e tratamentos estéticos que são indicados de acordo com o tipo de pele. Quer saber mais sobre esse tema? Quer descobrir como identificar seu tipo de pele? Veja que interessante o post sobre o maior órgão do corpo humano: a nossa pele!

Como é estruturada nossa pele

Tenha em mente que a nossa pele é formada por três camadas, sendo: epiderme, derme e hipoderme.

A epiderme é a camada mais superficial que contem células chamadas queratinócitos, isso mesmo, que produzem a queratina responsável pela impermeabilidade cutânea, e é nutrida pelos capilares da derme. Essa é a camada da pele que vamos nos fixar pois é dela que vamos cuidar diariamente!

A epiderme, ainda, é dividida em cinco camadas, sendo a primeira e mais profunda denominada germinativa, seguida das espinhosa, granulosa, lúcida e finalmente a camada córnea.

Vamos nos atentar às camadas lúcida e córnea pois são elas que mais nos interessam.

A camada córnea possui células mortas dispostas em forma de lâminas, achatadas, formando uma estrutura rígida que tem a função de proteger as demais camadas da epiderme e evitar a evaporação de água. É nesta camada que constantemente ocorre o desprendimento de células denominadas queratinócitos, havendo um processo de constante renovação. Isso mesmo, é essa camada que você vê, que você lava e que você cuida.

Já a camada lúcida é constituída por uma fina camada de células achatadas e preenchidas por queratina, ainda, sobre essa camada há uma cobertura de gordura (cobertura glicolipídica). A gordura e a queratina tornam a membrana plasmática das células dessa camada impermeável a fluidos. Isso faz com que não haja penetração de água na sua pele quando você lava seu rosto, por exemplo.

Agora que já vimos a fisiologia, ou seja, como a nossa pele é estruturada, vamos identificar os fototipos e os tipos de pele para que você possa identificar o seu!

Fototipos da pele

Fototipo de pele está relacionado à pigmentação dessa pele, em que temos duas cores, sendo uma constitutiva, ou seja, aquela cor de pele que herdamos dos nossos pais e que depende da quantidade de pigmento (melanina) que nossas células produzem, sendo, portanto, nossa cor de pele constante, e a cor denominada facultativa, que resulta da exposição solar.

Para denominar o fototipo de cada pele, é comum utilizarmos uma escala de classificação, que foi elaborada em 1976, pelo dermatologista Thomas B. Fitzpatrick. Ele construiu essa classificação considerando a capacidade de bronzeamento e sensibilidade de cada pessoa quando exposta aos raios solares. Isso tudo gerou a escala abaixo e que você pode identificar seu fototipo:

Tipo Grupo Eritema Pigmentação Sensibilidade ao sol
I Branca Sempre queima Nunca bronzeia Muito sensível ao Sol
II Branca Sempre queima Bronzeia muito pouco Sensível ao Sol
III Morena clara Queima (moderadamente) Bronzeia (moderadamente) Sensibilidade normal ao Sol
IV Morena moderada Queima (pouco) Sempre bronzeia Sensibilidade normal ao Sol
V Morena escura Queima (raramente) Sempre bronzeia Pouco sensível ao Sol
VI Negra Nunca queima Totalmente pigmentada Insensível ao Sol

Como identificar seu tipo de pele

Já os tipos de pele, basicamente dividem-se em normal, oleosa, seca e mista. Com dificuldade de identificar a sua? Veja abaixo como é fácil:

Tipo de pele Características
Pele normal (Eudérmica) Típica pele de bebê. Apresenta textura lisa e aveludada, com boa elasticidade, com secreções (sebo e suor) em quantidade balanceada, aspecto rosado, poucas ou nenhuma mancha ou espinhas e poros pequenos e não perceptíveis.
Pele Oleosa (Seborréica) Pele com aspecto brilhante, úmido e espesso, possui produção de sebo aumentada, com poros dilatados, visíveis e maior tendência à formação de acne.
Pele Seca (Desidratada) Pele com aspecto opaco e ressecada, com poros poucos visíveis, pouca luminosidade, descamação e vermelhidão, com tendência ao aparecimento de pequenas rugas e fissuras devido a desidratação.
Pele Mista (Combinada) É a combinação entre a pele oleosa e a normal ou seca, constitui-se no tipo de pele mais frequente. A oleosidade concentra-se na “zona T”, ou seja, testa, nariz e queixo, apresentando poros dilatados. As demais regiões são secas não apresentando muita oleosidade. Tem espessura mais fina, com tendência à descamação e ao surgimento de rugas finas.

Além de saber classificar seu tipo e fototipo de pele é importante saber e se perguntar:

  1. Tenho hábito de usar cosméticos?
  2. Sou preocupada com os cuidados básicos para minha pele?
  3. Sei da importância do uso de protetor solar facial?
  4. Sei que vários fatores influenciam na minha pele do rosto como principalmente a desidratação, acne, envelhecimento, fotoenvelhecimento, manchas e oleosidade?
  5. Sei da exposição que meu rosto sofre diariamente, como por exemplo as agressões físicas, químicas e biológicas?
  6. E a principal… Estou disposta a conhecer um pouco mais sobre os cuidados diários com minha pele e adotá-los em minha rotina?

Fiquem ligadas nos próximos posts, vem muita coisa bacana por ai!!!

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Comments

comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você que saber sobre algum outro assunto relacionado a estética, realizar convite para eventos ou palestras entre em contato comigo.

Rolar para cima